Açúcar: Ainda o câmbio:

3/11/2016

 

A queda do dólar em relação ao real voltou a sustentar os preços do açúcar na bolsa de Nova York. Ontem, os contratos futuros com entrega em julho encerraram o pregão a 14,79 centavos de dólar por libra-peso, alta de 21 pontos. Com a valorização do real, as exportações de açúcar do Brasil, o maior produtor e exportador mundial da commodity, são desestimuladas, na medida em que a rentabilidade dos embarques diminui. Com menos oferta no mercado, os preços tendem se valorizar. Do lado dos fundamentos, no entanto, as condições continuam favoráveis ao desenvolvimento das lavouras de cana no Brasil, o que pode limitar uma alta mais sustentada dos preços do açúcar. Em São Paulo, o indicador Cepea/Esalq para o açúcar cristal ficou em R$ 78,29 por saca, valorização diária de 0,28%.

Please reload

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now