Alta dos preços estimula novos contratos de exportação de açúcar na Índia

3/11/2016

Usinas de açúcar indianas fecharam nesta semana contratos de exportação com o Mianmar para fornecimento de 100 mil toneladas, enquanto negociam outros contratos que, somados, ultrapassam 1 milhão de toneladas, em meio aos esforços para aumentar os embarques ao exterior diante dos estoques domésticos em alta, informou nesta quinta-feira o diretor-gerente da Federação Cooperativa de Usinas do Estado de Maharashtra, Sanjeev Babar.

O executivo não disse com que país ou quando os demais contratos devem ser celebrados. Os acordos de exportação vêm num momento de dificuldades para o setor sucroalcooleiro indiano, com pressões do governo para que as usinas elevem as vendas ao exterior a fim de reduzir os estoques e quitar dívidas junto aos produtores de cana do país.

Os estoques indianos atingiram a marca de 9,6 milhões de toneladas em consequência de uma grande produção doméstica ao longo dos últimos cinco anos, a despeito dos preços globais enfraquecidos, o que reduziu a atratividade das exportações. Ainda assim, problemas com a safra do Brasil deram algum suporte aos preços, favorecendo as vendas indianas no mercado internacional.

"É uma ótima oportunidade para a Índia exportar mais e se livrar do excesso de oferta", explica Abinash Verma, diretor geral da Associação das Usinas de Açúcar no país.

Desde o início da safra, em 1º de outubro, usinas de açúcar da Índia firmaram contratos de exportação no total de 1,25 milhão de toneladas, a maioria para Mianmar, Sri Lanka, China e Bangladesh. Até setembro, a ideia do governo é exportar, no mínimo, 4 milhões de toneladas. (Down Jones 10/03/2016)

Please reload

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now