Preços de etanol seguem firmes neste final de entressafra

3/16/2016

Algumas usinas que não estavam no mercado passaram a comercializar etanol hidratado na última semana, finalizando os estoques da safra atual. No entanto, esse volume não foi suficiente para reduzir os preços, mesmo em um momento de baixo interesse das distribuidoras – seja pela demanda desaquecida no varejo, seja pela expectativa de aumento da oferta da nova safra. O Indicador Cepea/Esalq (SP) do hidratado foi de R$ 1,9528/litro (sem frete e sem impostos) na última semana, praticamente estável.

No segmento de anidro, apesar de bons volumes terem sido ofertados a valores menores na última semana, outros saíram a preços firmes e, no balanço, o preço se sustentou. O Indicados Cepea/Esalq foi de R$ 2,0967/litro (sem frete e sem impostos), ligeira alta de 0,6% em relação à semana anterior.

Em ritmo semelhante, o Indicador diário do hidratado Esalq/BM&FBovespa posto Paulínia aumentou 0,5% ao serem comparadas as duas últimas sextas-feiras, indo para R$ 1.896,50/m3.

Conforme cálculos do Cepea, na última semana, o açúcar remunerou 25% a mais que o anidro e 26% que o hidratado no mercado paulista. Comparando-se os dois tipos de etanol, o anidro teve vantagem de 1%.

O preço médio do etanol anidro que seria equivalente ao do açúcar cristal foi calculado em R$ 2,6320/litro (sem impostos). Para obter equiparação com o açúcar, o hidratado precisaria ter tido média de R$ 2,4655/litro (sem impostos). O preço do etanol hidratado que seria equivalente ao do anidro teria que ser de R$ 1,9796/litro (sem impostos).

Foram moídas 603,8 milhões de toneladas de cana-de-açúcar até o dia 1º de março, aumento de 6% em relação ao mesmo período do ano anterior, segundo relatório quinzenal da Única divulgado na última semana. No acumulado da safra, a produção de etanol foi de 27,6 bilhões de litros. O volume de anidro, de 10,6 bilhões de litros, foi 2% inferior ao registrado na temporada passada; já a produção de hidratado alcançou os 17 bilhões de litros, aumento de 12%.

Na Bolsa de Chicago (CME/CBOT), o contrato de etanol anidro combustível desnaturado (primeiro vencimento – Abril/16) subiu 3,17% na comparação das últimas duas sextas-feiras, com média de US$ 1,407/galão (US$ 371,84/m3) no período. Já na New York Mercantile Exchange (Nymex), o contrato futuro de crude oil com vencimento em Abril/16 teve média semanal de US$ 37,81/barril, aumento de 7,2% também levando em conta as últimas duas sextas-feiras. (Agência Estado 15/03/2016)

Please reload