Soja: Pressão baixista:

3/16/2016

 

A soja recuou ontem na bolsa de Chicago, sob o peso do dólar firme, da queda do petróleo, dos estoques abundantes nos EUA e do progresso da colheita na América do Sul. Os lotes para julho fecharam em baixa de 4,25 centavos, a US$ 8,9775 por bushel. A desvalorização do petróleo desestimula as refinarias a misturarem o biodiesel de soja aos combustíveis fósseis, o que significa menor demanda pela oleaginosa. Além disso, o dólar em alta também torna a soja americana mais cara para os compradores estrangeiros. Já na América do Sul, a produtividade da soja recém-colhida está acima do inicialmente esperado, o que contribui para empurrar os preços da oleaginosa para baixo. No mercado interno, o indicador Cepea/Esalq para a saca no Paraná ficou em R$ 70,13, alta de 1,86%.

Please reload