Açúcar: Influência cambial

Após três sessões consecutivas em alta, os preços do açúcar demerara recuaram ontem na bolsa de Nova York, pressionados por uma nova rodada de valorização do dólar ante o real.

Os contratos para julho fecharam em baixa de 6 pontos, a 15,27 centavos de dólar por libra-peso.

O fortalecimento do dólar incentiva as vendas externas pelos produtores do Brasil (principal produtor mundial), porque aumenta a rentabilidade das exportações.

Com mais oferta no mercado, os preços tendem a cair.

Além disso, previsões indicam que o clima seguirá favorável ao desenvolvimento dos canaviais em São Paulo, maior região produtora de cana do Brasil.

No mercado doméstico, o indicador Cepea/Esalq para a saca de 50 quilos do açúcar cristal ficou em R$ 77,60, com queda de 0,40%. (Valor Econômico 16/03/2016)