Vem aí um novo surto de infestação de Diatraea Saccharalis? Variações do clima podem influenciar 24/06/2016

6/24/2016

 

Embora o reinado da Broca-da-cana-de-açúcar (Diatrea saccharalis) não tenha terminado, especialistas apontam para novos surtos de infestação dessa praga, com valores que podem ficar entre 3% e 10%. E com grandes infestações, vêm grandes prejuízos.
Quando jovem, a lagarta alimenta-se das folhas para depois penetrar pelas partes mais moles do colmo. Nesse momento, ela abre galerias de baixo para cima, que podem ser longitudinais ou transversais. Os danos diretos causados pela abertura dessas galerias passam pela perda de peso, morte da gema apical da planta, enraizamento aéreo, germinação das gemais laterais, até o tombamento da cana pelo vento (caso as galerias forem transversais). Em canas novas, a broca pode causar também o secamento dos ponteiros e morte da planta (dano conhecido como "coração morto"). Estimativas apontam que, a cada 1% de colmos atacados, há perda de até 35 kg de açúcar e de 30 litros de etanol por hectare.
Porém, não é apenas no campo que a Broca causa problemas. Na indústria, ela também é responsável por vários impactos negativos, como sobre o rendimento industrial e na qualidade do produto final, especificamente do açúcar, que tem sua coloração alterada. Isso acontece devido ao fato de que as galerias criadas pela praga são portas de entrada de microrganismos, como fungos e bactérias. A inversão de sacarose e as infecções nas dornas de fermentação também estão entre os danos indiretos causados pela abertura das galerias.
Portanto, devido a esse alto poder destrutivo, é necessário que o produtor faça um controle rápido e eficaz, de preferência, antes que a Broca se instale dentro do colmo, para impedir a criação das galerias.
As perspectivas de novos surtos da praga em cana-de-açúcar serão discutidas no 12º Insectshow (Seminário sobre Controle de Pragas de Cana), que ocorre no Centro de Convenções de Ribeirão Preto de 13 a 14 de julho.
Quem abordará o assunto no evento é o especialista José Francisco Garcia, da Global Cana. Um dos aspectos que ele enfocará em sua apresentação é a influência das variações climáticas na destruição dos inimigos naturais da broca.
Este será apenas um dos temas apresentados no 12º Insectshow. Para obter mais informações e realizar as inscrições, basta acessar o site: www.ideaonline.com.br

Please reload