Soja: Ajuste em Chicago


Após cinco pregões seguidos de perdas, os contratos futuros de soja registraram alta na bolsa de Chicago ontem. Os papéis com vencimento em março subiram 3,25 centavos de dólar a US$ 9,905 o bushel. A recuperação dos ativos, contudo, continua limitada pela grande oferta mundial da oleaginosa, num mercado focado nas previsões climáticas para a Argentina e para o Sul do Brasil. As duas regiões devem receber chuvas nos próximos dias, aliviando o estresse hídrico que vinha atrasando o plantio da safra 2017/18 e que chegou a impulsionar as cotações. Até a semana passada, a semeadura estava 4,4 pontos percentuais abaixo do observado no ciclo anterior. No mercado interno, o indicador Esalq/BM&FBovespa para a soja em Paranaguá ficou em R$ 74,99 a saca de 60 quilos, recuo de 0,23%.